Uma vivência no Club Med Pragelato, Itália!

Localizado à aproximadamente 2h30 do aeroporto de Milão, na região conhecida como Piemonte na Itália, o Village Club Med Pragelato é uma boa opção para todas as idades e se o seu perfil for este, então sugiro ler mais sobre uma vivência no Club Med Pragelato, Itália!

O aeroporto de Milão é um aeroporto muito bem organizado e com um processo de imigração e malas relativamente rápido. Saindo da área de bagagem você vai encontrar um monte de gente com plaquinhas esperando seus passageiros para os traslados contratados.

Fomos muito bem atendidos pelo motorista contratado pela Ski Travel que nos indicou onde encontrar a Van deles em uma área mais calma para conseguirmos colocar todas as nossas malas no carro. Importante sempre avisar se você vai levar seu equipamento de ski ou não porque isso faz diferença na capacidade de bagagem da van.

Após 2h30 de viagem chegamos em Sestriere. Nas nossas férias de Club Med de Neve nós costumamos sempre chegar em alguma cidade próxima ao Club Med com 1 ou 2 noites de antecedência para dar uma descansada do voo, e para já darmos uma ajustado com o fuso, neve, e se der, já dar uma primeira esquiadinha.

Sestriere é a “cidade central” desta região, que tem várias pequenas cidades e montanhas de ski em volta, sendo que Pragelato é uma delas, na verdade a ultima “a esquerda” quando se olha em um mapa.

Ficamos no simpático Hotel Shackleton por 2 noites, que está localizado a uns 10 minutos a pé da base da montanha. Existe alguns hotéis mais próximos se o objetivo for estar mais perto da base da montanha. E não existem hotéis “5 estrelas” em Sestriere.. todos são em um esquema “hotéis antigos italianos”, mas eu sabendo disso, funciona bem.

Algumas boas opções de restaurantes e lojas de ski também estão por ali.

 

 

Na escola de ski é possível pedir um instrutor que fala português para aulas privativas. Nossas crianças já tiveram um primeiro dia de aula com esta pessoa, e pudemos sentir um pouco a “vibe” da montanha. Lifts organizados, rápidos, e pegamos poucas filas (era inicio de janeiro).

 

Após essas 2 noites contratamos uma van para nos levar ao Club Med de Pragelato, distante 15 minutos. Uma outra coisa que costumamos fazer é no domingo, dia de check in no hotel, chegar logo cedo e já aproveitar o dia. O almoço deve ser pago a parte pois a diária começa após o almoço, o quarto deve ser entregue também a tarde, mas se você for daqueles que quer esquiar bastante dá para comprar a parte o ski lift deste dia, e já sair esquiando. É o que a gente faz. As outras pessoas começam a esquiar na segunda feira.

O Club Med de Pragelato tem um corpo principal onde estão os restaurantes, bar, teatro e recepção. Por uma “passagem subterrânea” pode se acessar o mini clube. O Spa fica em um outro prédio. E os apartamentos são grandes e confortáveis e ficam em “chalés” separados do corpo principal a uma caminhada que pode não ser tão curta assim. Ou seja, sempre que você precisar ir para o quarto, ou o contrário, terá que se vestir para sair em um ambiente externo de neve. Casacos, gorro e luvas…

E que seria como se você estivesse em um hotel “normal” em Aspen ou Vail, que ao sair para jantar terá que se vestir para sair na neve. Meu único comentário é que com crianças esse vai e volta é um pouco mais complicado… sempre rolava uma guerrinha de bolas de neve.

Os restaurantes são muito bons, sendo que são 3. O principal que é buffet, um italiano que serve uma deliciosa pizza, e um mais chiquesinho que serve uns menus pré-reservados.

Os vinhos servidos eram bem razoáveis, mas para quem quiser existe uma carta de vinhos “melhores”, assim como eles cobram uma taxa de rolha de EURO 8 por garrafa se você quiser levar as suas.

No local do Spa é onde fica a piscina do hotel, que como em todos os Club Med de Ski da Europa a água não é super quente como estamos acostumados aqui na América do Sul. But.. vale conhecer, nem que seja para passar um friozinho na água…

Agora ao que interessa de verdade. Na frente do hotel é onde esta a gondola que leva até 60 pessoas ao alto da montanha. De lá você cai esquiando na região de Sestriere, e se quiser pode ir pegando outros lifts e esquiar por toda a região de Vialattea ligadas por um único ski pass.

A área esquiável é muito boa para todos os níveis de esquiadores e snowboarders, tanto em pistas como fora de pistas.

As aulas de ski começam entre 09h30 e 10hs, dependendo do seu nível. O almoço é no Club Med, e 1 dia da semana o almoço será na montanha, com um retorno no meio da tarde.

De uma forma geral é um village muito bom que honra os 4 tridentes do Club Med.

WhatsApp chat